Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages
Filter by Categories
Destaque
Edital
Facto
Processo
Sem categoria

Quatro cafés do Espírito Santo se destacam entre os vencedores do Cup of Excellence

30 de outubro de 2017

Quatro cafés produzidos no Espírito Santo conquistaram posições de destaque no concurso internacional Cup of Excellence 2017, que este ano foi realizado no Campus Venda Nova do Imigrante, do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes). A competição é a principal no mundo no segmento de cafés especiais e foi realizada de 16 a 22 de outubro pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) e Agência de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), com o apoio do Ifes e do Sicoob-ES.

Os cafés da Fazenda Camocim, de Domingos Martins, do produtor Henrique Leivas Sloper Araújo, concorreram em duas categorias do concurso: na “Naturals”, o produto obteve a maior nota entre todas as amostras, 93,6; na “Pulped Naturals”, destinada aos cafés produzidos por via úmida (cereja descascado/despolpado), teve a 14ª maior pontuação (87,63).

O produtor Leidiomar Moreira Menegueti, do Sítio Rancho Dantas, de Brejetuba, ficou com a sexta maior nota na categoria “Pulped Naturals”: 89,57. Leidiomar é um dos produtores atendidos pelo Laboratório de Análise e Pesquisa em Cafés do Ifes – Campus Venda Nova do Imigrante. Nesta mesma categoria, o café da Fazenda Bom Fim, do produtor Luciano Dutra Pimenta, de Afonso Cláudio, ficou na 29ª colocação.

No Cup of Excellence, todas as amostras de café que obtêm pontuações acima de 90 ganham troféus de campeão, nas duas categorias. Aqueles com nota entre 86 e 89, levam certificados de vencedores internacionais. As demais amostras recebem certificados de vencedores nacionais do concurso.

A entrega dos troféus e certificados foi feita no dia 22, no Clube Recreativo Venda Nova. Para o produtor Henrique Sloper Araújo, que já foi presidente da BSCA, o concurso é transformador. “Sou veterano de Cup of Excellence. Fui presidente da BSCA. Isso aqui é uma coisa que transforma a vida das pessoas, eu vi isso acontecer. Quando eu era presidente, eu não concorria. Agora, é mais uma etapa que a gente galgou, e esse prêmio é mais para quem trabalha comigo. Para minha equipe que está lá que é vencedora, comprometida, uma turma maravilhosa”, destacou.

Ele ainda disse que o prêmio para o café da Fazenda Camocim mostra “que é viável produzir orgânica biodinamicamente, com retorno financeiro, sustentando o planeta, salvando aí a natureza, ajudando tudo que existe no solo, na terra, no mar”.

Avaliação

Para o diretor-geral do Campus Venda Nova do Imigrante, Aloísio Carnielli, a realização do Cup of Excellence no campus foi muito interessante para o desenvolvimento dos alunos. “Esse evento envolveu os servidores e principalmente os nossos alunos, e não só aqueles que cuidam da parte do café, mas também outros se colocaram como voluntários para tradução, por exemplo”, avaliou. Ele também comemorou o fato de que o evento teve a participação de produtores da região, dando visibilidade internacional para os cafés especiais das Montanhas Capixabas.

A diretora-executiva da BSCA, Vanusia Nogueira, também avaliou positivamente a edição 2017 do Cup of Excellence. “Foi bom demais! A participação foi ótima. Tudo que a gente quer é motivar o pessoal a correr atrás de qualidade, competir de um jeito gostoso de competir. Outro ponto que a gente considera muito importante é essa diversidade de regiões brasileiras tendo cafés nessas finais de campeonato, ganhando campeonato, porque isso mostra a diversidade do Brasil”, apontou.