Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Search in posts
Search in pages
Filter by Categories
Destaque
Endomarketing
Sem categoria

Projetos

2022 - Projeto de Fortalecimento da Agricultura Capixaba – FortAC

2022 - Projeto de Fortalecimento da Agricultura Capixaba – FortAC

Esse projeto visa atender várias demandas do setor produtivo rural, incluindo 12 atividades agrícolas e de interiorização industrial, totalizando 22 ações/intervenções de extensão e pesquisas aplicada, que tem como impactos esperados o incremento na geração de renda nas atividades agrícolas do Estado do Espírito Santo.

Para proceder com o objetivo macro desse projeto, foram escolhidas algumas atividades agrícolas e afins em destaque no estado e que podem elevar seu nível de tecnologia e rendimentos através da intervenção do Ifes, com a implementação de vários projetos de pesquisa/extensão destinados a essas atividades.

Reprograme-SE

Reprograme-SE

Projeto Reprograme-SE, a ser realizado pelo Ifes Campus Cachoeiro de Itapemirim em parceria com a
ACTION, polos da Universidade Aberta do Brasil e Ifes campus Cariacica funcionando como polo de apoio, cujo
público-alvo são jovens e adultos residentes no Estado do Espírito Santo que buscam inserção no mercado de
trabalho. A proposta é implementar dois cursos FIC, de 160 horas cada um: FIC 1 – Programação básica de
aplicativos Web e FIC 2 – Programação com Javascript e o Framework Node.js, totalizando 320 horas. Cada FIC está organizado por quatro módulos articulados entre si, mas com terminalidade.

Programe-SE

Programe-SE

Projeto para formação de programadores no Espírito Santo, a partir do conhecimento e da experiência vivenciada nos projetos de extensão realizados no Campus Colatina. O Programe-SE tem como objetivo promover a formação de futuros programadores, por meio da participação dos beneficiários nos programas e cursos de formação inicial e continuada (FIC), realizados no âmbito 2 das unidades do Ifes. Este projeto tem como público-alvo estudantes do 9° ano do ensino fundamental e/ou do ensino médio das redes públicas municipais ou estadual de ensino do Espírito Santo. Os programas e/ou cursos subjacente ao projeto Programe-SE, terão como foco a formação de programadores, através da realização de um conjunto de atividades voltadas à capacitação inicial, que pode ser constituída por cursos, oficinas ou atividades dentro das unidades do Ifes, nas escolas municipais e/ou estaduais, ou nas comunidades onde os estudantes residem, tendo como referência metodologias ativas de aprendizagem. Deste modo, os participantes serão conduzidos pela aprendizagem que foca sua participação ativa, de forma colaborativa e resolutiva, a partir da proposição de projetos didáticos que promovam a formação de programadores para atuarem no desenvolvimento de soluções aplicadas ao mercado. Ao final da formação, os estudantes deverão apresentar um produto, ou seja, um artefato desenvolvido preferencialmente em grupo, que demonstra, por parte do aluno, a aquisição dos principais conceitos relacionados à formação de programadores, construídos a partir das atividades desenvolvidas ao longo do projeto.

2021 - Programa Rio Doce Escolar: Formação de Educadores em Educação Ambiental nas Escolas Capixabas do Rio Doce

2021 - Programa Rio Doce Escolar: Formação de Educadores em Educação Ambiental nas Escolas Capixabas do Rio Doce

O programa “Formação de Educadores em Educação Ambiental nas Escolas Capixabas do Rio Doce” (Programa Rio Doce Escolar) pretende realizar formação em nível de pós-graduação de educadores (professores, gestores e representantes comunitários atuantes nas escolas) atuantes nas escolas públicas da educação básica em 4 municípios (Baixo Guandu, Colatina, Marilândia e Linhares) localizados na região da bacia do Rio do Doce, no Estado do Espírito Santo, integrando atividades de ensino, pesquisa e extensão. De acordo com o IBGE (2020), estima-se que esses quatro municípios da região da bacia do Rio Doce agregam cerca de 296 escolas de educação básica, oferecendo ensino médio, ensino fundamental I e II, e educação infantil, sendo, 3 com dependência administrativa federal, 26 estadual e 240 municipal. O objetivo é atender 50% das escolas, cerca de 140 escolas da região com formações de Educação Ambiental, buscando articular os atores dos diferentes níveis de formação com ações práticas que resultem em produtos educacionais gerando impactos reais para a escola e o município, produtos esses que pretendem articular o chão da sala de aula em contexto interdisciplinar, com o PPP da Escola (Projeto Político Pedagógico), chegando até a construção de Planos Municipais de Formação Continuada em Educação Ambiental.

Projeto InovaSerra

Projeto InovaSerra

O Programa InovaSerra foi estabelecido a partir de discussões inicialmente provocadas pela Associação dos Empresários da Serra – ASES, com o  objetivo melhorar o ambiente de empreendedorismo e inovação no município da Serra, visando aumentar a competitividade das empresas através de uma ação coordenada de interação sistemática entre governo, academia e empresas, na forma do modelo da Hélice Tríplice.

Essas discussões culminou no estabelecimento de parcerias para desenvolvimento do projeto de implantação do Programa Inova Serra, seguindo um modelo de governança corporativa formado por representantes de vários segmentos responsáveis por garantir o alcance dos objetivos e a sua continuidade, criando um conjunto eficiente de mecanismos de acompanhamento e monitoramento, buscando assegurar a confiabilidade das ações e dos objetivos propostos.

Conilon - Origem Singular

Conilon - Origem Singular

O estado do Espírito Santo situa-se no sudeste do brasil com uma área de 46.074.447 km², população de 4.054.062 e densidade demográfica 76.25 hab/km². Neste pequeno território da Federação Brasileira está inserida uma grande área de produção de café, correspondendo ao segundo maior produtor do Brasil, com expressiva produção de arábica e conilon, sendo responsável por 22% da produção brasileira. Considera-se que existem 435 mil hectares em produção no estado. A atividade cafeeira é responsável por aproximadamente 35% do Produto Interno Bruto (PIB) Agrícola capixaba (IBGE, 2021).

No estado capixaba, o agronegócio absorve aproximadamente 40% da população economicamente ativa, dos quais, 28% diretamente vinculados à produção de café (TOMAZ et al, 2011).

2020 - Projeto ABDI Petrolina na Economia Digital - IFPE Sertão

2020 - Projeto ABDI Petrolina na Economia Digital - IFPE Sertão

O projeto “Petrolina na economia digital” é fruto da parceria entre as instituições: Prefeitura Municipal de Petrolina, FACTO, IF SERTÃO-PE, SEBRAE, CDL e Sindilojas, que se uniram para elaboração da proposta contemplada no Edital 01/2020 da ABDI – Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial. A proposta busca atender ao desafio da recuperação econômica do comércio local, especialmente de microempresas seriamente afetadas pela situação de pandemia, provocada pelo COVID-19. Para o desenvolvimento do projeto, será necessária a contratação da Fundação FACTO como fundação de apoio que irá gerir os recursos financeiros aportados pela ABDI no projeto.

Diante desse cenário de pandemia, a ideia é que a estrutura da plataforma a ser desenvolvida seja disponibilizada pela Rede do projeto oferecendo estabilidade, desempenho e segurança aos sites. A construção dos sites envolverá o público-alvo principal, os varejistas, que serão orientados pelo IF-Sertão PE, quanto a aplicação prática das tecnologias da informação, e pelo Sebrae Petrolina, quanto ao conteúdo sobre gestão do negócio.

Produção agroecológica do Território Norte Capixaba - Banco Nordeste

Produção agroecológica do Território Norte Capixaba - Banco Nordeste

O projeto tem como objetivo desenvolver um software que viabilize a rastreabilidade do sistema de produção orgânica e/ou agroecológica do território norte capixaba, utilizando um banco de dados que permita otimizar a comercialização e fluxo dos produtos. O Instituto Federal do Espírito Santo, através dos campi Nova Venécia e Colatina, como executor do projeto, é o responsável em levantar as demandas, visitar as propriedades rurais e viabilizar o desenvolvimento do software utilizando os conhecimentos dos alunos e professores do curso superior em Informática. A Facto, proponente do projeto é responsável em receber e administrar o recurso, enviando os relatórios da utilização dos recursos recebidos pelo convênio. O software desenvolvido será implantado na Associação de Produtores Orgânicos de Nova Venécia e depois distribuído para as outras associações do território.

Projeção em Convertedores LD usando processamento de imagens e dados - GERDAU

Projeção em Convertedores LD usando processamento de imagens e dados - GERDAU

No processo de fabricação de aço por conversão do gusa soprando oxigênio, uma emulsão de gás, escória e gotas de metal se forma espontaneamente no interior do reator metalúrgico. Este fenômeno é responsável pela elevada produtividade deste processo e determina a eficiência do refino do gusa líquido em aço. Não obstante, alguns problemas surgem quando o nível da emulsão excede a altura do reator e transborda, causando perda de metal, interrupção do processo e poluição ambiental. Neste projeto se propõe criar um sistema de aquisição de imagens e realizar o processamento on-line gerando um índice que indique se houve ou não projeção; assim será possível detectar e registrar o evento, de forma que certas medidas possam ser tomadas para evitar que a projeção se incremente.

Todos os direitos reservados a FACTO